segunda-feira, 5 de março de 2012

Assumindo: Sou Povo Gado e Coração Bom!




Lendo por ai, sobre dar ou não a cara a tapa e fico me perguntando, porque achar que aquele que fica mais calado, mas quando tem que tomar uma atitude, toma sem grandes alardes ou sem se fazer de vítima/herói é menos merecedor do que aquele que que grita, chora, se descabela?

Cada pessoa tem sua personalidade e o importante, pra mim, fique bem claro, é ver a coerência e as atitudes da pessoa durante seu processo na casa, e nessa analise, Fael foi o que melhor representou isso, nunca se omitiu de um combate - embora não fizesse isso aos gritos e vociferando "verdades" na cara de ninguém. Sabendo que iria pro paredão ao dar o anjo pro JM, deu e não titubeou um segundo. Se posicionou frente ao Rafa, chamando o cara, ao vivo, de meu adversário. Chamou JC de falso, mesmo em períodos de alianças frágeis e recusou o anjo de Jonas, mesmo sabendo que poderia ser alvo. Ontem, ao ser provocado por Beal sobre Fabiana querer estar sempre a frente de tudo, não hesitou em falar a mesma coisa, que tinha dito anteriormente ao Jonas, sobre ela.

Sim, ele não é de grandes explosões emocionais, é mais calado do que extrovertido, tem uma personalidade linear, mas é dai? Ninguém é igual a ninguém, e ser linear não é ruim, ou é? é preciso ser o tempo inteiro uma montanha-russa emocional para ser engraçado, cativante etc à lá Monique? E preciso querer formar um casal a todo custo - mesmo falsetas - como Yuri, Laisa, Renatcheenha e Rafa? É preciso ser over o tempo todo como Fabiana?

Sei lá, eu olho Fael e vejo uma pessoa, e não um personagem... 

E sobre o paredão Renatcheenha e JC:

Conversando com pessoas que também gostam de BBB, mas quase não assistem PPV, pude perceber um lance bem interessante: Nunca foi uma disputa Praia X Selva, mas Público X Selva e essa disputa, a selva nunca teve como ganhar. A arrogância, a soberba, as definições antecipadas do "Já Ganhamos" destruiu a Selva. A praia entrou ali como instrumentos desse público, e que graças ao seu perfil antagônico aos selvagens, foram conquistando a simpatia do povo. A Selva vai cair um a um, é só ouvir o que falam nas ruas (os poucos que ainda assistem BBB), e a praia não tem nada a ver com isso.

6 comentários:

JoVolupia disse...

adorei seu texto...sou praia (Fael e Jonas) ..parece que vc pegou meus motivos e os transmitiu aqui...admiro quem consegue ver o Fael de forma tão objetiva...e admira seu jeito..não acho que todo campeão do BBB tenha que ter perfil padrão ..não somos todos iguais porem diferentes ..essa é a beleza...
já estou seguindo o blog

bjs

Anônimo disse...

Jo, vlw a indicação.

Amei o post, parabéns!

Mamis disse...

Eu enxergo diferente, eu acho que a Selva entrou no clima de que ali é pra jogar, se lançar, lutar, ter auto estima lá em cima e o Boninho vendeu um programa entre maus e bons. A Selva errou sim, na arrogância, a praia na monotonia, mas de tudo o que salva tudo é que vem uma onda e leva todos embora, da selva e da praia. Ano que vem tem mais, ouvi dizer. bjs

Anônimo disse...

É depois da mudança errada do resultado da liderança do yuri!!!!!afinal era apenas um jogo de cartas,não mais que isso!!!!o bbb 12 acabou!!!Um jogo que tem j carvalho,fabiana ,kelly,fael,JONAS PAREI.....BONS TEMPOS DE BBB!!!!!ESSE AGORA ´DE VÉIAS QUERENDO SER CRIANÇA,E DANDO ORDEM PARA O POVO VOLTAR E ELES FAZEM ISSO!!!!QUE PENA!!!

EVA-RN disse...

Patrícia, amei a charge e o seu texto. Como adoro que digam que sou POVO GADO e CORAÇÃO BÃO", claro para ridicularizar e diminuir meus pontos de vista, como FÃ incondicional de Fael, peço-lhe licença para postar seu post em meu blog Rabiscos de Eva.
Agradeço-lhe muito. Um abraço de Eva-RN

Anônimo disse...

Excelente análise do Fael. Show!!!
Carla